Julgamento do homem que matou a sogra e atirou em 3 pessoas é marcado em Vargem Grande Paulista

Será julgado na próxima quinta-feira (30/11), o ex- metalúrgico Mauro Lima Gonçalves, acusado de matar a sogra e atirar em outras 3 pessoas em janeiro de 2015, no município de Vargem Grande Paulista.

Mauro é acusado de 1 homicídio doloso e 3 tentativas de homicídio por dolo eventual e passará por júri popular as 13h00.

Relembre o caso

O crime ocorreu na rua Castro em Vargem Grande Paulista, no dia 11/01/2015, numa tarde de domingo, volta das 16h30.

Após uma discussão com a cunhada, o ex- metalúrgico Mauro Lima Gonçalves, sacou uma arma e abriu fogo contra a família da sua esposa.

A primeira vítima atingida, foi a Sra. Neusa Silva Osório, que tinha 70 anos e era sogra do rapaz, ela chegou a ser socorrida com um tiro na barriga, passou por cirurgia, mas acabou falecendo.

Ele apontou a arma na cabeça da sua cunhada, Selma Osório Chaves, mas seu sogro conseguiu empurrá-lo, fazendo com que a bala atingisse uma das mãos de Selma. Outro tiro atingiu a perna da sua sobrinha, que na época tinha apenas 16 anos. A esposa grávida de 9 meses também foi atingida tentando impedir o marido.

Elas foram atendidas, sem risco de vida.

 

O sogro do metalúrgico Anésio Pinto, afirma que ele era um cara frio, que não gostava de se enturmar com ninguém, que já havia alertado a filha e a família sobre o comportamento do genro.

Um dia eu disse em casa, vocês não se metem com esse cara, ele não é de falar, porque uma hora é capaz dele matar até a mulher dele. Disse o sogro do acusado.

Segundo o depoimento do sogro, a discussão começou por conta de uma construção. Mauro e a esposa moravam numa casa inacabada em cima da casa dos sogros e já há algum tempo os sogros haviam pedido para que eles terminassem a construção.

Após cometer o crime, Mauro fugiu a pé e ficou foragido por 6 meses até ser preso.

Ele está no 1º ctp de Osasco.

Comments

comments

Inline
Inline