Motoristas de ônibus de SP prometem parar nesta terça das 14h às 17h

A volta para casa deverá ser tumultuada nesta terça (16) devido à paralisação de motoristas e cobradores de ônibus da capital programada para a tarde. A paralisação foi confirmada pelo Sindicato dos Motoristas e Cobradores de São Paulo contra a proposta dos empresários de reajustar o salário dos trabalhadores em 3%.

O protesto promete fechar os terminais de ônibus das 14h às 17h, e a previsão do sindicato é que 90% dos coletivos deixem de circular no horário em toda a cidade. No Terminal Parque Dom Pedro 2º (região central) está previsto um ato às 14h30 com a participação da direção do sindicato.

Com a paralisação, o retorno à circulação normal dos coletivos deverá ser afetada, atrasando o retorno para casa. A recomendação é que os passageiros usem metrô ou trem ou, se possível, evitem sair durante a tarde.

A Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes, sob a gestão João Doria (PSDB), disse que “está tomando providências” para impedir que a população seja prejudicada com a paralisação.

A SPTrans, empresa responsável pelo transporte público municipal, afirmou em nota que conseguiu uma liminar junto ao Tribunal Regional do Trabalho da 2ª região que obriga o sindicato a manter 90% do serviço operando durante o horário de pico e 70% nos demais horários, sob pena de multa diária de R$ 100 mil.

A companhia informou ainda que solicitou apoio à Guarda Civil Metropolitana e à Polícia Militar para todos os terminais de ônibus da cidade e que segue acompanhando as negociações entre as empresas que operam o sistema e a categoria. “Trata-se de uma relação privada”, diz.

 

Fonte: Folha de S. Paulo

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inline
Inline