Servidores de Itapevi ameaçam greve a partir desta quarta

Os servidores públicos municipais de Itapevi ameaçam cruzar os braços, a partir desta quarta-feira, em greve por reajuste salarial. A categoria vai se concentrar, a partir das 8 horas, em frente à Paróquia Cristo Rei e fazer uma caminhada, em protesto, pelo centro da cidade.

Caso não haja proposta por parte da prefeitura, poderá ser decretada greve por tempo indeterminado. Em vídeo postado nas redes sociais, o presidente do Sindiservita (sindicato da categoria), Cláudio Fernandes, afirma que a pauta de reivindicações, incluindo reajuste de 25,2%, foi apresentada em 5 de junho e que, até agora, não houve contraproposta por parte da prefeitura. “Além disso, decidimos a greve em assembleia realizada em 16 de agosto.

Com isso, demos mais 27 dias de prazo para prefeitura negociar, mas não houve diálogo”, completou.

A Prefeitura de Itapevi também divulgou nota nas redes sociais, em que afirma ser solidária “com a categoria e respeitar todos os direitos do trabalhador, inclusive o direito à greve”. Além disso, culpa as gestões anteriores pela defasagem salarial e afirma que não ser possível dar reajuste devido à dívida pública herdada. “Assumimos há apenas oito meses, encontrando uma Itapevi desestruturada, em completo abandono e com uma dívida de mais de 50 milhões de reais.

Se medidas emergências não fossem tomadas e o quadro persistisse, a cidade hoje estaria completamente paralisada, inclusive sem saúde, sem merenda nas escolas, e com cortes significativos nos serviços oferecidos à população”, destaca a nota. “A atual situação financeira da Prefeitura não permite atender a um reajuste de 25,2% como solicitado pelo sindicado. Além disso, a Lei de Responsabilidade Fiscal limita o teto máximo de despesas na área de pessoal, o que também inviabiliza esse atendimento”, completa. A prefeitura informou ainda que os demais itens da pauta de reivindicação estão sob análise.

Fonte: Web Diário

Comments

comments

Inline
Inline